Resenha – Ligeiramente Escandalosos

foto (19)

foto (19)

 

Oi gente!

O post de hoje é a resenha de um livro lindo e super emocionante da Mary Balogh, Ligeiramente Escandalosos. Este é o terceiro volume da série Os Bedwyns, e tem como personagem principal Lady Freyja Bedwyn, uma jovem de 25 anos ainda solteira que passou por uma desilusão amorosa no passado.

Freyja não é o tipo de garota sensível ou romântica, ela é super determinada, possui uma personalidade forte e é totalmente contra o machismo. Sempre gostou do ar livre e de praticar atividades físicas como cavalgar, está sempre desafiando seus irmãos em competições e se sai vitoriosa na maioria delas.

O homem responsável por lhe causar tanta dor no passado, está agora casado e seu primogênito prestes a nascer. Freyja não conseguiria suportar ser alvo de pena por seus familiares diante deste acontecimento. Então, resolve passar uma temporada em Bath com uma amiga, quando o destino lhe apresenta Joshua Moore, o recente marquês de Hallmare, alguém que já trabalhou duro na vida até receber de “bandeja” o título depois da morte de seu primo.

Joshua é o tipo galante, cheio de charme e dono de uma beleza estonteante, mas também é muito engraçado e contra as convenções sociais. A partir do primeiro momento em que se encontram, Joshua e Freyja começam a trocar alfinetadas. Ela, no início, despreza a personalidade dele, o considera frívolo. Ele, desde o primeiro momento, a considera interessante e dona de uma beleza particular, passa então a provocá-la num flerte nada discreto.

Joshua se vê em uma enrascada quando sua Tia, a Marquesa Hallmare, está prestes a induzir a força seu noivado com uma de suas primas. Freyja aceita livrá-lo dessa situação, concordando em um noivado falso entre os dois. O tempo do noivado acaba se prolongando mais do que eles esperavam e, durante esse tempo, eles acabam se divertindo muito e conhecendo melhor um ao outro.

Entretanto, a cada novo acontecimento fica mais difícil encontrar uma desculpa para cancelar o noivado, e o que antes era uma brincadeira, pode trazer consequências inesperadas. Além disso, ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentavam um para o outro e a conexão se torna mais forte do que gostariam.

A autora é mesmo sensacional, sorri e chorei lendo este livro. Além de me apaixonar por Josh e seus encantos, é possível conhecer um pouco mais sobre os segredos da família Bedwyn e saber como andam os personagens dos livros anteriores. Muito ansiosa para o próximo!

“Você não confia em mim, Freyja? Estou dizendo que amo você, que a adoro, que não consigo imaginar felicidade maior do que passar o resto da minha vida amando, rindo, discutindo e até mesmo brigando com você. E acredito que vá ser sincera comigo. Você me disse que me ama… que é claro que me ama. Isso inclui querer se casar comigo, viver aqui comigo por toda a sua vida, ter bebês comigo e se divertir comigo? Inclui compartilhar as tristezas da minha vida° E todas as alegrias?” – Joshua (pág. 274)

Pra quem ainda não leu os dois volumes iniciais da série, tem resenha deles aqui. Aproveitem!

 

 

Deixe uma resposta