A série “Os Bridgertons” de Julia Quinn

DSC_0997 (2)

Oi gente!

Amo romances de época por dois motivos e eles se chamam Orgulho e Preconceito e Os Bridgertons. Sobre Orgulho e preconceito eu nem preciso comentar né?

Depois de um longo tempo com as minhas leituras estagnadas devido a faculdade e ao estágio, na Bienal do Livro de 2014 me deparo com a linda capa de “O duque e Eu” da Editora Arqueiro. Amor à primeira vista, comprei!

PS: Tenho que admitir, as capas me influenciam muito! Fiz até meu TCC sobre isso.

Então, como estava no final da faculdade e outras coisas tumultuosas estavam acontecendo naquele momento, o livro ficou encostado na minha estante 🙁  Mas, depois que voltei do intercâmbio, finalmente tive a oportunidade de sentar e ler, e o resultado? Li “O Duque e eu” em dois dias, mas se não tivesse compromisso naqueles dias, teria lido em um!

Vou contar para vocês um pouquinho de cada volume dessa série que me conquistou!

Os Bridegrtons

1 – O Duque e Eu

Simon Basset é duque de Hastings, rico, bonito e solteiro mas tem aversão ao casamento. Quando volta a Londres, encontra a irmã mais nova do seu melhor amigo, Daphne Bridgerton. Daphne é dona de uma personalidade incrível, mas está tendo dificuldades para encontrar um marido pois todos os pretendentes a veem como amiga.
É então que Simon propõe a Daphne fingir cortejá-la, para que assim consiga atrair pretendentes para ela e afastar as suas pretendentes. O tempo que passam juntos constrói carinho e simpatia entre eles, e o que era para ser fingimento vai aos poucos tornando-se realidade. Ambos tentam evitar isso, mas é impossível, e são pegos numa situação constrangedora pelo próprio irmão de Daphne e grande amigo de Simon! A cena é muito boa, vale a pena a leitura.

O que mais gosto no livro é sem dúvida o jeito com que Simon se dedica a Daphne, como ele passa a pensar nela o tempo todo e quão cavalheiro ele é. Quem não se apaixonaria? E esse virou o meu preferido da série 🙂

2 – O Visconde que me amava

Anthony Bridgerton é o solteiro mais cobiçado do ano. Pretendentes não lhe faltam quando ele resolve que chegou o momento de se casar. Então, Anthony escolhe a jovem debutante mais acalorada por todos para cortejar. Entretanto, esta jovem possui uma irmã, Kate, e não se casará sem o seu consentimento.

Desta forma, Anthony passa a tentar convencer Kate de que ex–libertinos podem se transformar em bons maridos. É então que Kate descobre que Anthony não é só devasso, é também gentil, honesto e familiar. Cria-se então uma faísca de desejo entre eles, o que ambos tentam afastar com brigas e desentendimentos, mas não dura muito.

Assim como sua irmã em “O Duque e Eu”, Anthony é pego em uma situação comprometedora com Kate devido ao seu pavor de abelhas. As intrigas entre Anthony e Kate são bem divertidas, e os sentimentos que ambos tentam esconder um do outro passam a ser estonteantes depois do casamento.

3- Um perfeito Cavalheiro

Shopie é filha de uma relação ilegítima de um conde, foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Sempre sonhou em participar de um dos bailes aos quais a madrasta e suas filhas frequentavam, mas nunca pôde. Certo dia, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras oferecido por Lady Bridgerton, onde conhece Benedict, filho da anfitriã. Como no conto de fadas de Cinderela, à meia noite Sophie tem que sair da festa e não revela a Benedict sua identidade.

O destino faz com que os dois se encontrem 3 anos depois, ela trabalhava como criada quando Benedict a salva das garras de um bêbado, mas não a reconhece. Entretanto, Benedict acaba se apaixonando por Sophie novamente, mas como são de classes sociais muito diferentes, um casamento nunca seria aceito.

É então que Benedict a leva para trabalhar na casa de sua mãe e os dois passam a se encontrar com muita frequência, ele sempre ansiando por vê-la, e ela também. Todos passam a perceber o amor entre eles e fica cada vez mais difícil para ambos afastarem os sentimentos. Até que então Benedict descobre que ela era a jovem que dançou com ele no baile! Benedict passa de candidato a amante a Princípe e Herói nesse romance.

4- Os Segredos de Colin Bridgerton

Penelope Featherington é conhecida da família Bridgerton a muito tempo, e conhece bem o irmão da sua melhor amiga Eloise Bridgerton, Colin, por quem sempre foi apaixonada. Entretanto, Colin nunca viu Penelope com os meus olhos, a considera muito inteligente e a vê como amiga, nada mais.

Mas isso muda em um certo dia, quando Colin vê em Penelope uma mulher divertida e de uma beleza incomum, passando a desejar cada vez mais a sua companhia. Colin não entende como nunca pôde ver o que estava bem a sua frente e se apaixona por Penelope.

Ambos possuem seus segredos nunca antes revelados e à medida em que vão se descobrindo, passam a ajudar um ao outro. Colin é romântico, divertido, cavalheiro, galante! Penelope tem uma personalidade bem interessante que se encaixa perfeitamente ao estilo de Colin. Com certeza, o livro mais surpreendente da série!

5- Para Sir Philip, com amor

Eloise Bridgerton é uma jovem divertida e simpática, conhecida por todos por ser muito inteligente e faladora. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências. Tempo depois recebe uma resposta e os dois passam a se comunicar por correspondência.

Eloise descobre que Sir Philip está em busca de uma esposa que possa ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos. Então, Sir Philip envia a ela um convite um tanto peculiar, o de passar uma temporada com ele para os dois se conhecerem melhor e possivelmente se casarem. Eloise foge de casa e aceita o convite, na intenção de fazer algo que nunca tinha feito antes.

Muito brevemente eles percebem que não são bem como imaginavam. Eloise não é uma senhora que ficou para titia como Philip havia previsto, ela é jovem e bonita e também dona de uma personalidade viva e agitada. Philip não é um homem simpático e educado, ele é temperamental e rude, está sempre brigando com os filhos e evita conversas.

Apesar disso tudo, eles se sentem atraídos um pelo outro. Eloise passa por muitas provações causadas pelos filhos de Philip, que não reagem muito bem a chegada de uma estranha. Ela consegue lidar muito bem com a situação e até começa a sentir afeição pelos pequenos.

Philip vê em Eloise a mãe que pediu a Deus para seus filhos, e muitas vezes nada mais que isso. Entretanto, Eloise queria um esposo, alguém para amá-la, e o isolamento de Philip passa a deixá-la furiosa. Mesmo existindo atração, eles precisam construir amor e carinho, e isso levaria algum tempo, e antes de tudo, Philip precisava abrir as portas de seu coração.

Os Bridgertons

Para conferir a resenha do sexto volume da série,”O Conde Enfeitiçado”, clique aqui.

  1. Olá linda, obrigada por comentar no meu vídeo! rs
    Adorei a resenha dos livros e já tive vontade de ler, mas quase não pego mais séries para ler fico com preguiça, confesso. rs
    Beijos!

    http://www.pamlepletier.com

    1. Oiii!
      Quando tiver um tempinho tente ler a série, é ótima, tenho certeza que você vai ser apaixonar!
      Obg pela visita 🙂

Deixe uma resposta